simplicidade da vida

A vida é uma arte que exige de nós algumas doses de coragem e a convicção de que somos únicos. Quando entendemos que viver é um privilégio, desperdiçaremos menos tempo com coisas pequenas.

A importância que damos às circunstâncias, sejam elas boas ou ruins, depende de nossa ótica do que é importante. Os maus momentos fazem parte da jornada. Quando nos levamos menos a sério, superamos mais facilmente o gosto amargo das derrotas, com boas doses de alegria.

Aprendendo com quem sabe

“O maior de todos os erros é não fazer nada só porque se pode fazer pouco. Faça o que lhe for possível.” Sydney Smith

“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.” Francisco do Espírito Santo

“Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com frequência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.” William Shakespeare

Grandes pensadores, debruçados em suas biografias, entenderam que a vida é feita de pequenos momentos e que não é sábio “terceirizá-la”. Quando percebemos que uma mesma circunstância pode ser abordada com óticas diferentes, extraímos dela a matéria-prima dos avanços.

O olhar adequado

A seguinte pergunta foi feita a alguém que concorria a uma vaga de emprego:

Você está dirigindo numa noite de tempestade. Seu carro possui apenas 1 lugar disponível, e de repente, vê três pessoas esperando num ponto de ônibus:

Uma vovozinha doente. Um velho amigo que lhe salvou a vida há uns anos. A mulher ou o homem dos seus sonhos. Qual deles você salvaria da tormenta?

Quando meditamos nas possíveis respostas, e no que o entrevistador possa estar querendo avaliar com nossa resposta, muitas vezes não enxergamos óbvio.

Podemos pensar que levar a pobre velhinha doente, e não deixá-la morrer, seja o mais coerente. Ou quem sabe, a dívida de gratidão com o amigo nos impulsione a escolhê-lo, enquanto desperdiçamos a chance de conhecer o amor de nossa vida.

A resposta correta seria dar as chaves do carro para o melhor amigo e pedir-lhe que leve a velhinha ao hospital. Enquanto isso, ficamos no ponto, na companhia da mulher/homem de nossos sonhos, aproveitando o momento.

Tenha coragem de ser você mesmo, e olhe acima dos desafios. Muitas vezes as respostas são encontradas no meio de uma tempestade.